terça-feira , 22 maio 2018
Foto CUT bandeira PE

1º de maio

Delegação de Pernambuco em Curitiba entrega bandeira de PE com assinaturas para Lula

As sete maiores centrais sindicais do País se uniram para realizar o 1º de Maio deste ano, que está sendo considerado histórico pelos sindicalistas. Pela primeira vez CUT, Força Sindical, CTB, NCST, UGT, CSB e Intersindical saíram às ruas contra a reforma da previdência, pela anulação da reforma trabalhista e em Defesa de Lula. O ato foi concentrado em Curitiba, onde Lula está mantido como preso político desde o dia 07 de abril, mas várias caminhadas, entre outras atividades, foram realizadas em diversos estados. Muitas delegações seguiram para a capital paranaense. De Pernambuco, sob a coordenação da CUT PE, seguiu uma comitiva com cerca de 50 integrantes que levaram a bandeira do estado com diversas assinaturas para o ex-presidente Lula. No grupo, além de lideranças sindicais, seguiram integrantes da Juventude do PT, entre outros participantes.

O presidente da CUT PE, Carlos Veras, juntamente com o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares (Contag), Aristides Santos, entregaram a bandeira de Pernambuco à presidenta do PT Gleisi Hoffmann, para que fosse entregue ao ex-presidente. Segundo Carlos Veras, esse gesto simboliza o apoio do nosso povo a maior liderança do Brasil.

Veras, que também integra a coordenação da Frente Brasil Popular em  Pernambuco, entregou ao presidente da CUT  Wagner Freitas  uma camisa da delegação pernambucana.  “Seguimos no grande ato em defesa de Lula , contar a reforma da previdência e pela anulação da reforma trabalhista”, declarou.

Conforme o secretário nacional de Comunicação da CUT, Roni Anderson Barbosa, o ato deste ano “ É o reconhecimento do sindicalismo brasileiro aos avanços sociais que o governo Lula promoveu para os trabalhadores”.

Com informações da CUT PE

Foto: CUT PE