sábado , 20 janeiro 2018

Laçamento e Plenária

Lançado Comitê Metropolitano em defesa da democracia e do direito de Lula ser candidato

Foi lançado na última quinta-feira, 11, o Comitê Metropolitano em Defesa da Democracia e do Direito de Lula Ser Candidato a presidente. Na sequência, foi realizada plenária da Frente Brasil Popular – PE, que contou com a participação da CUT, de movimentos sociais e representantes de partidos políticos na região metropolitana.

Compuseram a mesa de abertura, além do presidente do PT estadual Bruno Ribeiro e da deputada Teresa Leitão, o representante do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Tibério Gouveia, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Alexandre Conceição, a representante do PC do B, Manoela Mirela, da Frente Brasil Popular, Gleisa Campigotto e o presidente da CUT, Carlos Veras.

Os Comitês Populares em Defesa da Democracia e do Direito de Lula ser candidato à Presidência são uma articulação com o objetivo de envolver os movimentos sociais, populares, sindicais, artistas, sociedade civil e toda militância petista, assim como os partidos do campo democrático e popular.

Estas instâncias deverão organizar a distribuição de adesivos de carros, panfletos e praguinhas, além de conteúdo de redes sociais para a campanha de Defesa do Direito do Lula ser candidato.  Vão funcionar nas associações de bairro e em centrais sindicais.

Incialmente, a sede da CUT PE e o Diretório Estadual do PT atuarão como  postos de entrega de material e local de reuniões. A proposta é que os comitês se multipliquem por todo estado e impulsionem uma série de atividades que se estenderão até o dia 24, quando o petista será julgado pelo TRF-4, em Curitiba.

“Dia 24 é mais uma data da luta. É mais um momento da lutar, não temos ilusão de que o poder judiciário está sendo aparelhado para fazer perseguição politica, manipulando o processo judiciário pra respaldar a consolidação do golpe dado em 2016”, afirmou Bruno Ribeiro, presidente do PT Pernambuco, que compôs a mesa do evento.

De acordo com o dirigente estadual, a luta do partido seria por um devido processo judicial,  pelo direito constitucional e pela ampla defesa que tem sido negado a Lula de provar sua inocência. “Lula está sendo alvo de uma perseguição política porque a direita e as forças econômicas sabem que ele é a maior oportunidade de que a gente reconquiste o país que foi subtraído do povo brasileiro em 2016”, ressaltou.

O lançamento do comitê também faz parte da II Caravana Popular em Defesa da Democracia promovida pela FBP-PE. Compõe a agenda de atividades preparadas tanto em defesa do direito do ex-presidente Lula ser candidato quanto de combate às reformas que retiram os direitos dos trabalhadores e aposentados.

Neste sábado, 13/01, será o dia nacional de mobilização, organizado pelo partido, em apoio a Lula. Em Olinda, haverá saída da Troça carnavalesca Sapo Barbudo numa homenagem irreverente ao ex-presidente. E dias 23/01 e 24/01, serão realizadas atividades na Praça Tiradentes, no Bairro do Recife. Na quinta-feira, 23, haverá ato político-cultural, a partir das 16h, seguido pela vigília Eleição Sem Lula é Golpe. No domingo, às 8h, será promovido o café da manhã: Os inocentes Com Lula, quando os participantes poderão acompanhar notícias sobre o julgamento.

O lançamento do comitê com a realização de plenária da FBP-PE, ocorreu no Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco – Sintepe (Rua. Gen. José Semeão, 39 – Santo Amaro, Recife).