quarta-feira , 18 julho 2018

Deliberações

Plenária de Sindicalistas do PT prepara defesa de Lula e da candidatura do PT no estado

Na última segunda-feira, 18, foi realizada a plenária sindical e dos movimentos sociais para discutir conjuntura política e as perspectiva para as eleições de 2018 com o apoio à candidatura de Lula e a resistência ao golpe.

“O golpe está em curso. Todo dia ele tem uma nova face . E está tentando se consolidar pela ampliação do cerco em torno do ex-presidente Lula, que hoje não é apenas uma candidatura do PT, mas de todo um país que quer recuperar sua soberania e de um povo que quer voltar a decidir seus destinos. Precisamos ir para as ruas para fazer essa defesa de Lula ”, afirmou Bruno Ribeiro, presidente do PT Pernambuco.

Presidente do PTPE, Bruno Ribeiro

 

Nas próximas semanas, tendo em vista especialmente o julgamento no TRF4, próximo dia 24 de janeiro, e a votação da reforma da Previdência remarcada para fevereiro, o Diretório Nacional do PT declarou o Partido em processo de mobilização e vigilância militante permanente, estabelecendo um Plano de Ação para fazer frente à perseguição contra o Lula.

Conforme a Resolução emitida em reunião do Diretório Nacional, realizada nos dias 15 e 16 de dezembro, é importante “organizar ações de esclarecimento jurídico e denúncia dos atropelos processuais e legais, incluindo realizar vídeo-conferências, entrevistas e reuniões com juristas, entidades de advogados e dirigentes para divulgar a verdade dos fatos e a inocência do Lula”.

O documento também destaca a articulação de atos, eventos, vigílias, caminhadas e reuniões com a militância petista, associações comunitárias, diretórios e grêmios estudantis e sindicalistas, além da criação de comitês em defesa Defesa da Democracia e do Direito de Lula Ser Candidato a presidente. A resolução deixa expresso , ainda,  que deve-se convocar as Direções Municipais e Estaduais do PT a transformar as sedes e espaços do PT em Comitês Populares Pró-Lula.

De acordo com Lúcia Oliveira, da Secretaria Sindical do PT PE, está sendo organizado um calendário de atividades em defesa de Lula e de apoio à criação dos comitês em sua defesa. Para o dia 24 de janeiro será realizada a mobilização “Rumo a Porto Alegre, em defesa de Lula, da Democracia e da Justiça”, além de alinhamento desta atividades a demais os atos e mobilizações em diversas nas capitais.

Ao microfone, integrante da Secretaria Sindical do PTPE, Lúcia Oliveira.

 

O secretário-adjunto de Comunicação da Executiva Nacional da CUT, Greg Medeiros, afirmou que a última reunião da direção nacional da central sindical trouxe como uma das deliberações, também, a organização de uma agenda de atividades em apoio a Lula começando com uma ocupação em Porto Alegre. “O ano de 2017 foi de muitas lutas. E 2018 vai ser mais intenso porque o desdobramento desse golpe começa dia 24 na audiência TRF -4, quando tentarão deixar Lula inelegível. E gente vai ter de se mobilizar durante esse final de ano e no mês de janeiro pra que a gente venha barrar esse golpe. Porque não é apenas a defesa de Lula é a defesa de democracia e do povo. A gente precisa fazer com que a população caia na real e venha pra rua”, ressaltou.

As lideranças sindicais também debateram a necessidade de consolidar a decisão partidária de lançar candidatura própria ao governo do estado e de um esforço concentrado para retomada da bancada parlamentar no âmbito federal e de ampliação da estadual.

Participaram da mesa da plenária, realizada no Sindicato dos Bancários, na Boa vista,  a integrante da Secretaria Sindical do PT Pernambuco, Lúcia Oliveira, um dos representantes da Frente Brasil Popular no estado, Eduardo Mara, a deputada estadual Teresa Leitão, o presidente estadual do PT, Bruno Ribeiro, o presidente da CUT PE, Carlos Veras, a presidenta do Sindicato dos Bancários, Suzineide Rodrigues; a vereadora petista Marília Arraes, o coordenador estadual do MST, Jaime Amorim e o secretário- adjunto de Comunicação da Executiva Nacional do CUT, de Greg Medeiros.

Foto Público